Todas as variedades de uva são vindimadas por separado, excepto a Monastrell e a Fogoneu que têm um ciclo vegetativo similar. Os controles de maturação são estritos, colecta-se apenas nas zonas onde as uvas estão perfeitamente maduras, prestando especial atenção à pele, e com tantas passadas como seja necessário.

A elaboração é realizada também por separado de forma clássica, que começa na recolha sempre à mão e como se disse, com uma estrita selecção na própria vinha. Depois no lagar, que está junto à vinha, na mesma propriedade, limpam-se, pisar-se suavemente e enchem-se os depósitos de aço inoxidável para a fermentação.

Depois de acabada a fermentação o vinho é mantido em contacto com o mosto por um período de tempo que pode chegar aos trinta dias, durante o qual se seguem os remontados diários.

Posteriormente prensa-se e o vinho passa às barricas numa sala onde se produz a fermentação maloláctica, transformação do ácido málico em láctico, fazendo com que o vinho seja mais leve.

vendimia